Rec Beat 2020: Entrevista com o DJ francês Guts [fr]

O DJ francês, beatmaker, produtor de hip-hop e de funk, Guts, se apresentará no palco do festival Rec Beat, segunda-feira 24 de Fevereiro às 23h10.

O artista traz ao Rec Beat seu novo disco Philantropiques, que contou com a participação de artistas brasileiros: Pinduca, Nazaré Pereira, Catia Werneck.

PNG - 674.6 KB
Visuel Guts

É a primeira vez que você viaja pelo Brasil?

Já viajei pelo Brasil em 2015, durante a minha lua de mel. Fizemos uma viagem através da America Latina, e ficamos três semanas no Brasil. Visitamos o sul do país, do Rio de Janeiro até Iguaçu.

Aproveitei desse momento para procurar novas sonoridades nas lojas de vinil, principalmente no Rio e em São Paulo.

Vários artistas brasileiros participam do seu novo disco. Que tipo de relação você tem com a música brasileira? Como você a descreveria?

A música brasileira toma cada dia mais espaço na minha vida há cerca de dez anos. Eu descobri um patrimônio musical incrível, rico e variado.

Através minhas compilações “Beach Diggin”, eu escutei principalmente musica brasileira vintage goove, Jazz, Sanba Funk, Bossa, Boogie, Psych e Disco. Depois, eu me interessei por musicas mais experimentais ou, às vezes, mais eletrônicas ou modernas...

A música brasileira representa para mim uma música otimista, sensual, cheia de sol, às vezes indolente, e outras vezes, muito dinâmica, e festiva.

Tocar no Brasil durante o Carnaval simboliza algo particular para você?

Sim, completamente. E quase um sonho que se torna realidade porque tocar no Brasil durante o carnaval é um pouco como o “clímax” do DJ.

Eu nunca assisti ao Carnaval no Brasil, mas sempre vi fotos e vídeos maravilhosos. Dessa vez, não vou apenas assistir ao evento. Vou participar. Vou ser um ator musical dessa festa durante 1h20!

O que vocês esperam do publico brasileiro?

Para ser sincero, nunca espero algo do publico. Eu acolho e recolho. Sempre conto com a minha aura, minhas boas energias, minha musicalidade e minha estrela da sorte.

A ideia consiste em estar sempre no momento certo, no lugar certo. E é exatamente o que eu tenho a impressão de fazer.

Local: Cais da Alfândega
Data: 24 de fevereiro / 23h10

publicado em 06/04/2020

Topo de página