IX Janela Internacional de Cinema de Recife de 28 de outubro até 6 de novembro

JPEG

A nona edição do Festival Janela Internacional de Cinema de Recife, apoiada pelo Instituto Francês do Brasil (IFB) traz 100 filmes de 21 países que formam um panorama contemporâneo e de clássicos do cinema mundial.

O Festival amplia ações com exibições no Ocupe Cine Olinda, sessões especiais e presenças de diretores. Competição de longas traz oito filmes de sete países, entre eles, Eu, Daniel Blake, vencedor da Palma de Ouro em Cannes deste ano e varios curtas.

Junto à grade competitiva de longas e curtas, a programação do 9º Janela terá programação especial diversificada.

Os cinemas de ruas que receberam a maioria dos filmes do festival são o São Luiz, no Centro do Recife, e o Cinema do Museu, em Casa Forte. Em parceria com o Janela, o Ocupe Cine Olinda realizará sessões especiais no prédio do histórico cinema de rua olindense.

Programação completa do Janela Internacional de Recife.

A França é bem representada nessa edição com os filmes seguintes :

Curtas-metragens :

- Chasse Royale, de Lise Akoka et Romane Gueret. Quarta-feira 2 de novembro no cinema São Luiz às 15h45.

- Au loin Baltimore, de Lola Quivoron. Terça-feira 1 de novembro no cinema São Luiz às 18h.

- Cilaosde Camilo Restrepo (produção francesa). Quarta-feira 2 de novembro no cinema São Luiz às 15h45 / Quinta-feira 3 de novembro no cinema do Museu às 14h30.

Longas-metragens :

- A economia do amor, de Joachim Lafosse (copordução franco-belga)
Segunda-feira 31 de outubro no São Luiz às 15h30/ Quarta-feira 2 de novembro no cinema do Museu às 20h40.

- A morte de Luis XIV de Albert Serra Segunda 31 de outubro no cinema do Museu às 18h40.

- Diamond Islandde Davy Chou (co-produção França/Cambodja/Alemanha)
Terça-feira 1 de novembro às 19h10 no cinema do Museu às 19h10.

- Elle, de Paul Verhoeven
Sábado 29 d eoutubro no cinema do Museu às 14h30/ Segunda-feira 31 de outubro no cinema São Luiz às 21h40.

- Martíriode Vincent Carelli
Sábado 29 de outubro no cinema São Luiz às 19h50/ Domingo 30 de outubro no cinema do Museu às 16h30.

- O que está por vir, de Mia Hansen-Love
Domingo 6 de novembro no cinema do Museu às 18h15.

Dois membros do júri são Franceses :

Fabienne Moris, produtora e curadora do FID (um festival de cinema francês na cidade de Marseille) fará parte do júri de longas-metragens

Nathan Renaud, curador do festival internacional do filme de Bordeaux (França) será presente no júri de curtas-metragens nacionais.

Também, de forma paralela ao festival, acontecerá a primeira edição do REClab-Encontro de produção internacional do Recife que contará com a presença dos Franceses Fabienne Moris e o produtor Thierry Lenouvel. Ambos são convidados internacionais.

publicado em 31/10/2016

Topo de página