Encontros no Recife com o arquiteto e urbanista David Mangin

Convidado pelo Consulado Geral da França no Recife, o arquiteto e urbanista francês David Mangin está no Recife de 4 a 7 de dezembro, antes de prosseguir a sua missão em São Luis do Maranhão, Brasilia e no Rio de Janeiro.

Prêmio de urbanismo em 2008 e associado da agência Seura, David Mangin é professor na Escola Nacional Ponts et Chaussées e também na Escola de Arquitetura de Marne-la-Vallée. Ensina o projeto urbano e interessa-se especialmente com às consequências do desenvolvimento endêmico dos transportes individuais sobre o ordenamento das periferias das cidades.

O seu projeto de ordenamento para o bairro Les Halles em Paris foi selecionado em 2004 pelo Prefeito de Paris. Dirige também uma das 5 equipas científicas sobre o Projeto de “Grand Paris” no âmbito do Atelier Internacional de Grand Paris.

David Mangin é também membro do Comité científico da Fábrica da Cidade. Criado em 2008 este think tanque é um fórum onde confrontam-se os pontos de vista, as experiências e as perspectivas sobre a cidade do amanhã numa abordagem interdisciplinar.

É também o autor de várias obras incluindo La Ville franchisée (2004). Neste estudo, partiu da dupla constatação da onipresença da grande distribuição na paisagem urbana atual e a tendência a redução do espaço livre de acesso e gratuito. O espaço urbano hoje é composto de uma série de enclaves que não são acessíveis a todos. Trata-se então de opôr a este sistema do entre si e do enclausuramento (centros comerciais, residências, parques de atividades e de turismo) um modelo “de ville passante”, onde os espaços são restituídos ao conjunto dos cidadãos.

JPEG - 32 KB
David Mangin
Conferência « De la ville franchisée à la ville passante »
O dia 5/12 às 14h na UFPE (Mini-auditório 2 do CAC)

Do projeto arquitetônico ao projeto urbano, do projeto urbano ao projeto territorial, do projeto territorial ao projeto metropolitano. Da pesquisa ao projeto e a produção. Espaços públicos em Paris, em Lille ou em Bordeaux, infraestruturas em Marselha e no bairro “Les Halles” em Paris, projeto urbano em Douai e em Toulouse, servirão de apoio e de exemplos para um mesmo fio condutor, “une ville passante” versus “une ville franchisée”, “um urbanismo de projeto” versus “um urbanismo de produtos”.
Por David Mangin, autor de “La ville franchisée, formes et structures de la ville contemporaine” e de “Paris/Babel – uma megalópole europea”, responsável pela agência Seura arquitetos, do projeto “Les Halles” em Paris.

Conferência « David Mangin : projets et réalisations récentes pour une ville passante et ouverte »
O dia 6/12 às 19h no Teatro Apolo (Bairro do Recife)

Sabe-se e pode-se pretender articular as escalas dos projetos arquitetônicos, urbanos e metropolitanos? A partir dos seus projetos e de numerosas realizações na França e Paris, David Mangin, arquiteto urbanista, Prêmio de urbanismo 2008, autor de “La Ville Franchisée” e “Paris/Babel”, é responsável pela renovação do bairro “Les Halles” em Paris e da concepção e realização de vários projetos urbanos, de espaços públicos e de conjuntos residenciais.

PNG

publicado em 02/12/2013

Topo de página