Coronavírus - Teste PCR, certificado de viagem internacional excepcional e declaração solene

No contexto da reabertura progressiva das fronteiras externas do espaço europeu, a França está implementando medidas preventivas para combater a COVID-19. Estas medidas se aplicam a todos os viajantes provenientes do Brasil, que sejam franceses, brasileiros ou de outra nacionalidade. Lembrete : a entrada no território francês ainda é restrita. Consulte nossas perguntas frequentes para descobrir quem está autorizado a entrar.

É altamente recomendado a todos os viajantes provenientes do Brasil que disponham de um teste virológico PCR (realizado menos de 72h antes da viagem) com resultado negativo antes de embarcarem para a França, o que lhes permitirá sair rapidamente do aeroporto e circular livremente pelo país.

Para as pessoas que não conseguiram realizar este teste antes da partida, como pode ser difícil de realizar em certas localidades brasileiras, um sistema de testagem generalizada está sendo implementado nos aeroportos e portos franceses. Esse sistema consiste em testar sistematicamente os viajantes a partir do dia 1º de agosto:

• As pessoas que tiverem testado negativo para a Covid-19 poderão circular livremente no território;

• As pessoas que testaram positivo serão contatadas depois para a realização de uma quarentena, no local de sua escolha, antes de retomar o curso de uma vida normal no território;

• Se o passageiro se recusar a se submeter ao teste na chegada, o sistema de saúde emitirá uma ordem de quarentena.

Em todos os casos, somente passageiros com mais de 11 anos de idade deverão apresentar o teste.
Dans tous les cas de figure, seuls les passagers de plus de onze ans devront présenter un test.

Além disso, os viajantes deverão apresentar:

1/ O certificado de viagem internacional excepcional para a França continental, disponível em francês e inglês no site do Ministério do Interior.
Esse certificado deve ser apresentado à companhia de transporte antes da utilização da passagem, bem como às autoridades responsáveis pelo controle nas fronteiras (conexões aéreas, marítimas e terrestres, incluindo ligações ferroviárias).

2/ Uma declaração solene na qual o viajante garante não apresentar sintomas da COVID-19, acessível também pelo site do Ministério do Interior.

É importante lembrar que a obrigatoriedade do uso da máscara em todos os espaços fechados continua em vigor.

Para mais informações, acesse a página do governo

publicado em 26/11/2020

Topo de página