Aurélia Thiérrée - Murmures des Murs.

Com o apoio do SCAC do Consulado Geral da França, Aurélia Thierrée regressou no Recife para a estreia da turnê mundial de “Murmures des Murs” (“Sussurros das Paredes”)
JPEG - 2.7 Mo
Murmures des Murs

No âmbito do Festival de Circo do Brasil, Aurélia apresentou 4 vezes o seu novo espetáculo no Recife, criada e dirigida por Victoria Thierrée-Chaplin, mãe de Aurélia e especialista em criar espetáculos adoráveis de ilusionismo, que fascinam plateias ao redor do planeta.

No espetáculo, mãe e filha convidam o público a uma nova jornada estranha e fascinante, cheia de ilusões e interrogações, e reavivam um mundo interior estranho e poético. Difícil de classificar, Aurélia nos conduz por um mundo quase irreal. Com o olhar perplexo e ingênuo, ela dá vida a objetos, faz falarem as paredes, transforma um plástico-bolha em monstro terrível. Diante de espectadores maravilhados, os personagens, cúmplices anônimos, entram e saem com graça, imaginação, criatividade, e usando uma incrível cenografia móvel. E assim novamente Victoria Thierrée-Chaplin imprime sua assinatura : a criação de um ambiente de fantasia, com vários truques de ilusionismo, situações imprevisíveis e personagens surpreendentes. Tudo isso aliado à graça, beleza e força da atuação de Aurélia Thierrée, para deleite do público. Entre o teatro burlesco, dança e circo contemporâneo, Aurélia Thierrée apresenta, mais uma vez, uma arte cheia de inocência, frescor e criatividade.

publié le 28/03/2014

haut de la page