As mulheres diplomatas na França : de 1930 até amanhã [fr]

A igualdade entre homens e mulheres foi declarada uma grande causa do quinquênio do Presidente da República. Atualmente, ela é o principal objetivo da França pelo mundo. A credibilidade deste compromisso baseia-se no exemplo da nossa rede diplomática, em favor da igualdade profissional.

Os avanços em relação à paridade e o caminho a percorrer no Ministério da Europa e das Relações Exteriores estarão expostos no Quai d’Orsay, por ocasião do dia 8 de março de 2019.

Por meio de sua estratégia internacional pela igualdade entre homens e mulheres 2018-2022 (em francês), a França afirma seu compromisso na luta contra as desigualdades.
O primeiro eixo dessa estratégia é a exemplaridade das práticas em relação a todos os agentes da rede diplomática, em favor da igualdade profissional e, em particular, dos cargos de alta direção. É realmente neste nível que as margens da progressão são as mais importantes e que se enquandra a questão da paridade.

O progresso feito desde 2012 em favor da feminização dos altos cargos deste ministério é sem precedentes: mais mulheres foram nomeadas embaixadoras entre 2010 e 2018 do que nos quarenta anos anteriores.

Em 2018, 52% dos agentes do ministério eram mulheres, dos quais 26% eram embaixadoras.

Por meio de uma exposição que será inaugurada no Quai d’Orsay em 8 de março de 2019, o Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros retrata a estrada que já foi percorrida e a que ainda falta percorrer.

JPEG - 151.2 KB
Mulheres embaixadoras pelo mundo de 1972 – 2018
Em vermelho: Estados nos quais a França está sendo representada por uma embaixadora
Em azul: Estados nos quais a França já foi representada por uma embaixadora
Em branco: Representação internacional ou Estado no qual a França nunca foi representada por uma embaixadora
PDF - 197 KB
Mulheres embaixadoras pelo mundo de 1972 – 2018 (versão acessível, em Francês)
(PDF - 197 KB)

Esta exposição apresenta os retratos daquelas que foram as primeiras a ocupar as funções de embaixadoras e diretoras, mas também o mosaico de mulheres da nossa rede diplomática que incorporam, em todos os campos, por todo o mundo esta cultura de igualdade que o Ministério da Europa e das Relações Exteriores procura enraizar.

Painéis de espelho finalmente refletem o campo de possibilidades e revelam os desafios que ainda precisam ser enfrentados, convidando todos a se projetarem como a primeira embaixadora em países nos 5 continentes.

Les panneaux miroirs pour l'exposition au Quai d'Orsay le 8 mars 2019 - JPEG

publicado em 08/03/2019

Topo de página