A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) celebra os 40 anos do programa universitário CAPES-COFECUB, do dia 19 ao dia 21 de maio, em Recife [fr]

O aniversário dos 40 anos do acordo universitário CAPES-COFECUB foi celebrado do dia 19 ao dia 21 de maio 2019 no “Mar Hotel Convention” de Recife com o objetivo de discutir projetos passados e futuros da parceria.

JPEG - 43.9 KB
Os oradores da cerimônia de abertura do aniversário dos 40 anos do CAPES-COFECUB : Professor Anísio Brasileiro, Professor Anderson Ribeiro Correia, Michel Miraillet, Professor Bernard Dreyfus, Professor Frédéric Dardel, Professor Silvio Romero Marques. Ascom2 - UFPE

O aniversário dos 40 anos do acordo universitário CAPES-COFECUB foi celebrado do dia 19 ao dia 21 de maio 2019 no “Mar Hotel Convention” de Recife com o objetivo de discutir projetos passados e futuros da parceria.

O CAPES-COFECUB é um acordo de cooperação interuniversitária, assinado em 1979, baseado na excelência científica de projetos de pesquisa e na formação de doutorandos (3 000 foram formados desde a criação do acordo). A iniciativa é financiada do lado francês pelo Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros (MEAE) e pelo Ministério do Ensino superior, da Pesquisa e da inovação (MESRI), e conduzido pelo Comitê francês de avaliação da cooperação universitária e científica com o Brasil (COFECUB). Do lado brasileiro, o financiamento e a administração do programa são assumidos pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, que depende do Ministério da Educação). Existem atualmente 83 projetos em curso no programa, incluindo 31 que foram selecionados durante o ano 2019.

A cerimônia de abertura do aniversário dos 40 anos do CAPES-COFECUB reuniu algumas personalidades como Sr. Romain Louvet, Cônsul Geral da França para o Nordeste, um representante do MESRI e uma do MEAE.

Os oradores – o Professor Anísio Brasileiro, reitor da UFPE, o Professor Anderson Ribeiro Correia, presidente da CAPES, Michel Miraillet, Embaixador da França no Brasil, o Professor Bernard Dreyfus, presidente do COFECUB, o Professor Frédéric Dardel, representante da Conferência dos Presidentes de Universidades francesas (CPU), o Professor Silvio Romero Marques, ex-vice-reitor da UFPE encarregado da cooperação com a França na área da saúde – ressaltaram na frente de um público principalmente composto de coordenadores e pesquisadores de projetos do CAPES-COFECUB franceses e brasileiros, e das autoridades administrativas e de tutela do programa, a admirável longevidade da cooperação entre eles.

Essa cooperação permitiu desde sua criação a realização de 900 projetos. O Embaixador da França saudou dessa forma a evolução do CAPES-COFECUB, que foi capaz de « desempenhar a sua missão e de se transformar ». A maioria dos oradores e participantes ao encontro expressou suas preocupações sobre os cortes nas universidades federais e a supressão das Ciências Humanas e Sociais estudada pelo governo federal brasileiro. « Cada país precisa da educação oferecida pelas universidades para desenvolver projetos autônomos, […] combater as desigualdades e promover a diversidade », declarou o Professor Anísio Brasileiro, que estava evocando os « desafios que as universidades do Brasil têm que enfrentar hoje, nomeadamente em matéria de orçamento ».

Os discursos foram concluídos com uma homenagem ao Reitor Michel Guillon (fundador e primeiro presidente do COFECUB, falecido em 2018), prestado pelo Professor e ex-presidente do COFECUB, Pierre Jaisson.

publicado em 24/05/2019

Topo de página